sexta-feira, 6 de março de 2009

Dono de lanchonete é acusado de racismo

texto: Meire Oliveira (mroliveira@grupoatarde.com.br)

A Promotoria do Combate ao Racismo do Ministério Público Estadual (MPE) vai investigar suposto caso de intolerância religiosa contra a ialorixá Lúcia de Fátima Batista de Oliveira, 51. O fato teria sido motivado pelo fato de mãe Lúcia estar trajando camiseta com a imagem da orixá Oxum. Segundo ela, a agressão teria ocorrido às 19 horas da terça de Carnaval, praticada por um garçom e pelo dono da lanchonete Maná, no Cruzeiro de São Francisco, no Centro Histórico.


Leia a notícia completa no site do Instituto Pedra de Raio, clicando no título da mensagem

O Jogo da Dissimulação

O Jogo da Dissimulação

Se Toque!

Se Toque!

PERIGO NO AR !

PERIGO NO AR !
Clique aqui

Ditadura - Quando terminou mesmo...?

Suburbio Ferroviário - Galeria